Preços na zona do euro caem menos que o esperado em fevereiro

segunda-feira, 2 de março de 2015 08:14 BRT
 

BRUXELAS (Reuters) - Os preços ao consumidor na zona do euro caíram menos do que o esperado em fevereiro enquanto o núcleo da inflação repetiu a taxa do mês anterior e o desemprego diminiu em janeiro pelo terceiro mês seguido, de acordo com dados da agência de estatísticas europeia divulgados nesta segunda-feira.

A Eurostat estimou que os preços aos consumidores nos 19 países que usam o euro caíram 0,3 por cento na base anual após queda de 0,6 por cento em janeiro e de 0,2 por cento em dezembro.

Economistas consultados pela Reuters esperavam recuo de 0,4 por cento.

A Eurostat informou que a energia muito mais barata, cujos preços caíram 7,9 por cento em fevereiro sobre o ano anterior, e uma queda de 0,2 por cento nos preços de bens industriais excluindo energia foram os principais fatores responsáveis pelo resultado.

Sem os voláteis preços de energia e alimentos não processados, o núcleo da inflação subiu 0,6 por cento na base anual, repetindo a taxa de janeiro.

O Banco Central Europeu (BCE) quer manter a inflação abaixo mas perto de 2 por cento no médio prazo. Para acelerar a alta dos preços começará a imprimir dinheiro neste mês para comprar títulos de governo.

Dados da Eurostat mostraram ainda que o desemprego na zona do euro caiu pelo terceiro mês seguido, para 11,2 por cento em janeiro ante 11,3 por cento em dezembro, 11,4 por cento em novembro e 11,5 por cento em outubro.

(Reportagem de Jan Strupczewski)