Holcim pode oferecer incentivo para que investidores aprovem acordo com Lafarge, diz jornal

segunda-feira, 2 de março de 2015 09:08 BRT
 

ZURIQUE (Reuters) - A fabricante suíça de cimento Holcim está considerando oferecer um incentivo aos seus acionistas para conquistar sua aprovação para a planejada fusão com a francesa Lafarge, segundo notícia publicada num jornal suíço no domingo, sem citar fontes.

O acordo, que deve criar a maior cimenteira do mundo, com 44 bilhões de dólares em vendas, foi acertado há quase dez meses, mas desde então analistas indicaram uma potencial divergência entre as perspectivas de lucro das duas empresas como algo que pode levantar a possibilidade de uma renegociação de termos.

O semanal suíço Sonntagszeitung noticiou que a Holcim está avaliando diversos "métodos criativos" para convencer seus acionistas a apoiar o acordo, incluindo um generoso dividendo especial ou uma recompra de ações, em vez de tentar alterar os termos do acordo, que envolve uma troca de ações em proporção de um para um.

Um porta-voz da Holcim não quis comentar o tema no domingo.

O presidente-executivo da empresa, Bernard Fontana, quando questionado sobre se os fortes resultados da companhia poderiam afetar a proporção de troca, disse que o acordo de fusão não contém nenhum mecanismo pelo qual os termos poderiam ser ajustados automaticamente.

O Sonntagszeitung noticiou que a Holcim está ponderando o incentivo em resposta à oposição de acionistas ao acordo, que depende de aprovação de investidores para um aumento de capital para financiamento.

(Por Katharina Bart)