Segmento de imóveis para baixa renda segue aquecido, diz Gafisa

segunda-feira, 2 de março de 2015 12:08 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A construtora e incorporadora Gafisa viu vendas elevadas de imóveis voltados ao segmento de baixa renda em janeiro e fevereiro, mantendo patamar "muito bom" visto no final de 2014, afirmaram executivos da companhia nesta segunda-feira.

"O mercado ainda está bastante comprador. A questão macroeconômica ainda não teve impacto. O setor ainda está bastante demandado", afirmou a analistas o presidente da Tenda, empresa do grupo Gafisa voltado ao segmento econômico, Rodrigo Osmo.

"Janeiro e fevereiro mantiveram patamar muito bom de vendas (do final de 2014)", acrescentou o executivo.

A Gafisa anunciou há cerca de um ano planos para separar a Tenda do restante do grupo, com listagem de ações da empresa na bolsa.

Desde então, uma série de cancelamentos de pedidos de IPO foi registrada pela BM&FBovespa diante das incertezas da economia.

Apesar do cenário, a Gafisa segue trabalhando na separação da Tenda do grupo, afirmaram executivos durante a teleconferência com analistas, sem citar detalhes sobre quando uma listagem de ações da unidade pode ocorrer.

A Tenda encerrou 2014 com apenas três obras do período anterior à reestruturação da companhia e espera concluir as cerca de 2,6 mil ainda no primeiro semestre deste ano, disse o diretor financeiro, Felipe Cohen. Em 2012, eram cerca de 31 mil unidades.

Às 12h07, as ações da Gafisa exibiam alta de 1,43 por cento, a 2,13 reais.

A Gafisa encerrou o quarto trimestre quase zerando seu lucro líquido, com a geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) caindo 48 por cento na comparação anual.

(Por Alberto Alerigi Jr.)