Vendas do varejo na cidade de São Paulo caem 9,2% em fevereiro, diz ACSP

terça-feira, 3 de março de 2015 09:25 BRT
 

(Reuters) - A Associação Comercial de São Paulo (ACSP) divulgou nesta terça-feira que as vendas do varejo na capital paulista caíram em média 9,2 por cento em fevereiro sobre igual mês do ano passado, recuando 15,5 por cento sobre janeiro, impactadas pelo aumento das tarifas de serviços públicos além de menos dias úteis no perído.

"A renda das famílias está sendo drenada pelo tarifaço, impactando diretamente nas vendas no varejo como um todo", afirmou em comunicado o presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), Rogério Amato.

A ACSP também pontuou que o Carnaval contribuiu para o declínio registrado no setor, já que no ano passado a data havia caído em março, tornando a base de comparação desfavorável.

"Outra razão é que fevereiro de 2015 teve um dia útil a menos ante fevereiro de 2014 e três dias úteis a menos sobre janeiro de 2015", disse a entidade.

A expectativa para março é de recuperação nas vendas, mês que será beneficiado pelo efeito calendário.

Em relação à inadimplência, o Indicador de Registro de Inadimplentes (IRI) da ACSP, que mede o volume de carnês em atraso, caiu 10,3 por cento em fevereiro sobre um ano antes, por conta do Carnaval, e subiu 6,1 por cento sobre janeiro, em efeito descrito pela ACSP como sazonal, em função do aumento da inadimplência todo ano de janeiro até março, passado o Natal.

(Por Marcela Ayres)