Gerdau tem lucro de R$393 mi no 4º tri, queda anual de 20%

quarta-feira, 4 de março de 2015 09:18 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O grupo siderúrgico Gerdau teve lucro líquido de 393 milhões de reais no quarto trimestre, uma queda de 20 por cento sobre o mesmo período de um ano antes, em um resultado que veio melhor que o esperado por analistas.

Analistas esperavam, em média, lucro líquido de 210 milhões de reais para a Gerdau no quarto trimestre.

A companhia divulgou ainda que prevê investir 1,9 bilhão de reais este ano, após 2,3 bilhões de reais em 2014, montante que já foi 21 por cento menor que o previsto inicialmente para ser aplicado no ano passado pelo grupo.

Segundo a Gerdau, a queda no investimento reflete "a situação global do mercado de aço (...) além disso, a empresa seguirá avaliando o cenário econômico e seus impactos no desempenho das operações, de forma a adequar, se necessário, o montante dos investimentos aos movimentos do mercado".

A Gerdau produziu 4,323 milhões de toneladas de aço no quarto trimestre, queda de 2,8 por cento sobre os três últimos meses de 2013. Já as vendas recuaram 3,4 por cento no período, para 4,399 milhões de toneladas, com queda de 4,2 por cento no volume distribuído ao mercado interno brasileiro e alta de 1,3 por cento no total exportado a partir do Brasil.

Apesar da queda nas vendas em volume, a receita da empresa subiu 5,1 por cento, para 10,843 bilhões de reais, impulsionada pela desvalorização do real contra o dólar, que beneficia resultados das operações internacionais da empresa, além de exportações do Gerdau a partir do Brasil, afirmou a Gerdau no balanço.

As operações norte-americanas elevaram sua participação no Ebitda da Gerdau entre o quarto trimestre de 2013 e os três últimos meses de 2014, de 9,5 para 17,5 por cento. Isso ocorreu, mesmo com quedas de 2,6 e 5 por cento na produção e nas vendas de aço na região.

Já a fatia da unidade do grupo no Brasil caiu de 67,3 para 52,5 por cento, com a produção de aço caindo 4,3 por cento e as vendas, incluindo exportações, recuando 3 por cento.

A Gerdau encerrou 2014 com redução de alavancagem, com a relação dívida líquida sobre Ebitda em 2,4 vezes ante 2,5 vezes no final de 2013 e 2,7 vezes no terceiro trimestre do ano passado.

(Por Alberto Alerigi Jr., com reportagem adicional de Stephen Eisenhammer)