CMSE reduz risco de déficit de energia no Sudeste/Centro-Oeste para 6,1%

quarta-feira, 4 de março de 2015 17:40 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) reduziu nesta quarta-feira o risco de déficit de energia nas regiões Sudeste e Centro-Oeste para 6,1 por cento ante 7,3 por cento estimado no mês passado.

Segundo o CMSE, a redução da avaliação de risco ocorreu com chuvas de fevereiro oscilando em torno da média histórica na região Sudeste. Além disso, o grupo registrou chuvas no período acima do normal na região central de Minas Gerais e na maior parte dos Estados de São Paulo e Espírito Santo.

Para a região Nordeste, o CMSE estimou em 1,2 por cento o risco de déficit de eletricidade neste ano.

Segundo o grupo, desde o início do ano entraram em operação 1.476 megawatts novos em capacidade de geração de eletricidade no país.

(Por Leonardo Goy)