Moagem de cana do centro-sul mantém-se limitada ao final da safra 14/15

quarta-feira, 4 de março de 2015 18:36 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A moagem de cana do centro-sul do Brasil manteve-se limitada a poucas usinas na primeira metade de fevereiro, informou nesta quarta-feira a Unica, associação que representa o setor na principal região produtora de açúcar e etanol.

O processamento de cana da temporada 2014/15 (abril-março) provavelmente vai acabar com uma colheita de cana de 570,6 milhões de toneladas, uma queda de 4,3 por cento ante o recorde da safra anterior, de 597 milhões de toneladas, segundo dados da Unica.

Quase a totalidade das usinas do centro-sul está em manutenção nesta época, no período da entressafra, iniciado em dezembro.

A Unica informou o processamento de 464 mil toneladas de cana na primeira quinzena de fevereiro, mais do que as 149 mil toneladas registradas no mesmo período do ano passado, mas quase a metade das 821 mil toneladas nas duas últimas semanas de janeiro.

A produção de açúcar no centro-sul ao longo do período totalizou 4.734 toneladas, abaixo das 13.500 toneladas nas duas semanas anteriores, disse Unica.

    Até o momento, no acumulado da safra, o centro-sul produziu 31,96 milhões de toneladas de açúcar.

    Algumas usinas já começaram a retornar ao esmagamento.

O grupo Clealco começou o esmagamento de cana em unidade no interior de São Paulo após a entressafra ao final de fevereiro. A unidade Santo Ângelo, em Minas Gerais, disse recentemente que planejava começar esmagamento no início de abril.

    A maioria das usinas na região provavelmente vai começar mais tarde do que nos anos anteriores, uma vez que a safra 2015/16 não deve apresentar recuperação significativa na comparação com a temporada anterior, atingida pela seca.

(Reportagem de Reese Ewing)