March 5, 2015 / 5:58 PM / 2 years ago

Boas perspectivas para açúcar e etanol mantêm indefinido mix da nova safra, diz Job

4 Min, DE LEITURA

SÃO PAULO (Reuters) - A demanda por etanol na próxima safra do centro-sul, que começa em poucas semanas, deverá crescer expressivamente com a mistura maior do biocombustível na gasolina e uma mudança tributária em Minas Gerais, mas ainda não é possível dizer que a moagem será mais "alcooleira", uma vez que os preços do açúcar estão tendo recuperação em real por conta do dólar mais forte.

A avaliação é do consultor Júlio Maria Borges, da Job Economia, para quem o "mix" de cana na temporada 2015/16 (de abril a março) ainda não está definido.

"O mercado de açúcar está mudando a favor de uma remuneração melhor para o produtor em reais... Não estou falando em preço (no mercado internacional), não adianta falar em preço de açúcar sem falar em taxa de câmbio", disse.

O dólar operava em alta de 0,8 por cento, acima de 3 reais, na tarde desta quinta-feira, após ter fechado na véspera no maior patamar desde agosto de 2004, o que estimula vendas do açúcar do Brasil para a exportação, pressionando os mercados globais. O bruto de Nova York, por sua vez, atingiu o menor valor desde 2010 na quarta-feira.

"O viés alcooleiro que vimos nas últimas duas safras --pela melhor remuneração do etanol ante o açúcar-- não está garantido. Ele pode existir, dependendo dos preços do açúcar, mas ele pode deixar de existir", afirmou.

De acordo com cálculo da Job Economia, o contrato março na bolsa de Nova York, que venceu recentemente, ficou praticamente estável em 0,40 real por libra-peso nos últimos meses, em preços muito melhores do que os vistos no ano passado para o vencimento anterior, e alguns contratos futuros, até 2016, chegam a pagar 20 por cento acima dos daqueles 0,40 real.

"Com esse sinal de mudança no preço do açúcar, a vantagem do etanol diminui", afirmou o consultor.

Maior Demanda X Safra

A quantidade de cana destinada a um ou outro produto ganha importância porque a maior parte o mercado, com raras exceções, não prevê um aumento substancial na próxima safra do centro-sul, região que responde por cerca de 90 por cento da produção da matéria-prima de açúcar e etanol.

A Job Economia prevê uma safra 15/16 de 585 milhões de toneladas, com uma margem de erro de 2,5 por cento, para mais ou para menos --a consultoria ainda não divulgou projeções de produção de açúcar e etanol.

Uma safra maior dependerá das chuvas em março e abril, após precipitações acima da média em fevereiro e um janeiro muito seco, disse Borges.

Em previsão divulgada nesta quinta-feira, outra consultoria, a Agroconsult, uma das exceções ao falar em uma safra robusta, previu um recorde de moagem de 620 milhões de toneladas no centro-sul, por conta de chuvas acima da média histórica em fevereiro em São Paulo, que colhe mais da metade da cana do país.

A Agroconsult estimou um crescimento de 9,5 por cento na produção de etanol 2015/16 ante 2014/15, ou cerca de 2,5 bilhões de litros, atingindo 28,7 bilhões de litros.

Esse eventual crescimento na oferta seria quase todo absorvido pelo aumento da mistura de etanol anidro na gasolina, de 25 para 27 por cento, o que vai gerar uma demanda adicional de 1 bilhão de litros, segundo anúncio do governo federal na véspera, e pela redução do ICMS para o etanol em Minas Gerais, concomitantemente a uma alta do tributo estadual para a gasolina.

A mudança tributária em Minas, segundo maior consumidor de combustíveis no Brasil, começa a valer ainda em março.

Para Borges, nesse primeiro ano, a demanda adicional por etanol hidratado em Minas vai aumentar em 1 bilhão de litros, com um potencial de 3 bilhões de litros nos próximos anos. O incremento no consumo deverá ocorrer, segundo o analista, a partir do momento que os mineiros mudarem sua cultura no abastecimentos dos veículos, usando um combustível financeiramente mais vantajoso.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below