Lucro da MRV avança 42% no 4o tri apesar de alta de despesas e distratos

quinta-feira, 5 de março de 2015 20:47 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A MRV Engenharia viu seu lucro líquido avançar 42,1 por cento no quatro trimestre na comparação anual, apoiado em vendas e lançamentos maiores, que compensaram o impacto de despesas e distratos no período.

A construtora e incorporadora teve lucro líquido de 103 milhões de reais no quarto trimestre ante 72 milhões de reais um ano antes. A média das estimativas de analistas apontava lucro líquido de 112,7 milhões de reais.

Em relação ao terceiro trimestre, porém, o lucro caiu 24 por cento.

Enquanto as despesas comerciais aumentaram 60,3 por cento (a 110 milhões de reais), as despesas gerais e administrativas subiram 22,1 por cento no quarto trimestre (a 79 milhões de reais).

"O ano de 2015 será de austeridade. A empresa orçou e vai cumprir um nível de despesas em 2015 menor do que 2014", disse à Reuters o copresidente da companhia, Rafael Menin.

Ele acrescentou que a MRV continua vendendo bem e que não haverá impacto desta redução de despesas, por exemplo, em canteiros de obras. "Não estamos vendo nenhum problema no nosso mercado", acrescentou.

O cancelamento de vendas (distratos) encerrou o quatro trimestre em 396,3 milhões de reais e representou 26,8 por cento das vendas líquidas. No trimestre anterior este percentual foi de 21,3 por cento, a 311,8 milhões de reais.

O aumento reflete a negócios anteriores realizadas fora do processo das vendas simultâneas (que condiciona venda de imóveis à aprovação do crédito pelo banco para o cliente), e as alterações na régua de crédito do Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, disse a MRV.

"As vendas novas a partir do terceiro trimestre de 2014 com certeza terão um distrato menor com relação a vendas antigas", afirmou o executivo, referindo-se ao período em que a companhia completou a implantação do sistema.   Continuação...