Petrobras reduz refino de petróleo no 1º bimestre por paradas em 3 refinarias

sexta-feira, 6 de março de 2015 17:12 BRT
 

Por Marta Nogueira e Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O volume de petróleo refinado no Brasil caiu no primeiro bimestre do ano, apesar da entrada em operação de parte da Refinaria do Nordeste (Rnest), em Pernambuco, devido a paradas para manutenção em três das maiores refinarias da Petrobras, disse a petroleira à Reuters nesta sexta-feira.

A redução do refino ocorreu em um momento em que a demanda por alguns derivados é menor, ao mesmo tempo em que o mercado ficou favorável para importações de combustíveis, por conta da queda dos preços do petróleo no exterior.

Enquanto em janeiro pararam para manutenção unidades da Refinaria Landulpho Alves (Rlam), na Bahia, e Refinaria de Paulínia (Replan), em São Paulo, e em fevereiro foi a vez da Refinaria Duque de Caxias (Reduc), no Rio de Janeiro, disse a Petrobras. Na Rlam, ainda houve um explosão durante o período de manutenção.

"A companhia esclarece que a carga processada em janeiro e fevereiro de 2015 foi menor que os valores típicos devido às paradas de manutenção", detalhou a Petrobras.

A estatal não informou o impacto exato das paradas na produção de derivados, após questionamento da Reuters sobre o total processado em relação ao mesmo período de 2014.

Os dados oficiais mais recentes de refino, da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), indicam uma queda de 6,4 por cento em janeiro ante o mesmo mês de 2014, para 1,9 milhão de barris de petróleo/dia.

Na mesma comparação, a produção de gasolina pura no país caiu 6 por cento, para 443,371 mil barris/dia, e a de óleo diesel caiu 1,5 por cento, para 783,222 mil barris/dia.

Os dados de fevereiro ainda não foram publicados pela autarquia.   Continuação...

 
Uma torre com a bandeira brasileira representando uma plataforma de petróleo é instalada em frente à sede da Petrobras durante um protesto, no Rio de Janeiro, nesta semana. 04/03/2015 REUTERS/Sergio Moraes