Carga de energia elétrica no Brasil cai 2,8% em fevereiro com recuo no Sudeste, diz ONS

segunda-feira, 9 de março de 2015 12:50 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A carga de energia elétrica no Sistema Interligado Nacional caiu 2,8 por cento em fevereiro sobre o mesmo mês um ano antes, pressionada por recuo de 4,4 por cento na demanda das regiões Sudeste e Centro-Oeste, informou o Operador Nacional do Sistema (ONS), nesta segunda-feira.

Segundo o órgão, a redução da carga do SIN na comparação anual ocorreu diante da ocorrência do Carnaval em fevereiro deste ano e temperaturas mais amenas sobre um ano antes. Na comparação com janeiro houve também queda, de 2,5 por cento.

Excluindo efeito de calendário e da variação de temperatura, a carga de energia elétrica em fevereiro teve recuo de 0,5 por cento sobre um ano antes, com recuo de 2,1 por cento nas regiões Sudeste e Centro-Oeste.

"O comportamento da carga do subsistema Sudeste/Centro-Oeste

vem sendo influenciado pelo modesto desempenho da indústria", afirmou o ONS em boletim.

Os recuos de carga verificada e ajustada em ambas as comparações foram os primeiros registrados em mais de um ano, segundo dados do ONS, e ocorreram em um mês em que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou reajuste médio de 23 por cento nas tarifas de eletricidade do país.

Na sexta-feira, relatório do ONS reduziu estimativa de crescimento de consumo de carga no SIN em março de 3 para 2,9 por cento.