Tempo favorável no RS consolida safra de soja do Brasil acima de 93 mi t

segunda-feira, 9 de março de 2015 17:03 BRT
 

Por Gustavo Bonato

SÃO PAULO (Reuters) - O Brasil deverá colher 93,4 milhões de toneladas de soja na atual temporada 2014/15, apontou uma pesquisa da Reuters com consultorias e entidades do setor, confirmando uma colheita recorde com a ajuda de boas produtividades no Rio Grande do Sul.

A projeção apontada pela pesquisa, com a média de 17 diferentes fontes do setor, é bastante semelhante à vista em 12 de fevereiro.

Mas agora é maior o consenso de que ocorrerão poucas modificações nas projeções dos próximos meses, com a colheita em estágio mais avançado e o clima favorecendo os cultivos nos Estados do Sul.

Em 2013/14, o Brasil colheu o atual recorde de 86,12 milhões de toneladas da oleaginosa, segundo dados oficiais.

Nas últimas semanas, consolidaram-se as estimativas de perdas em algumas regiões, como partes de Goiás e Minas Gerais, mas também melhoraram as perspectivas para a colheita em algumas áreas do Paraná, Santa Catarina e, principalmente, no Rio Grande do Sul, em função de chuvas abundantes.

"O número está perto do número final, apesar de haver ajustes até abril ou maio. Não deve mais mudar muita coisa", disse a analista Danielle Siqueira, da AgRural, que na sexta-feira elevou sua projeção para a colheita de soja para 93,4 milhões de toneladas, ante 91,9 milhões anteriormente.

"Embora o estrago na soja precoce tenha sido grande em alguns Estados, a chuva retornou no fim de janeiro e isso ajudou muito as lavouras de ciclo médio e tardio", completou Danielle.

A colheita nos dois principais Estados produtores já está bem avançada. Em Mato Grosso já alcança 67 por cento da área semeada e no Paraná chega a cerca de 40 por cento, segundo estimativas de entidades locais.   Continuação...