Dólar sobe mais de 2% e encosta em R$3,13, em dia de mau humor generalizado

segunda-feira, 9 de março de 2015 17:08 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou com alta de mais de 2 por cento nesta segunda-feira, avançando pela sexta sessão seguida, diante de preocupações com a oposição à presidente Dilma Rousseff e o escândalo em torno da Petrobras, que podem gerar ainda mais obstáculos para o ajuste fiscal promovido pela equipe econômica.

A moeda norte-americana subiu 2,39 por cento, a 3,1297 reais na venda, após marcar na sessão anterior a maior alta semanal desde a crise financeira de 2008. O nível de fechamento desta sessão foi o maior desde 22 de junho de 2004, quando a divisa ficou em 3,133 reais.

Na máxima do dia, atingiu 3,1331 reais, maior cotação intradia desde junho de 2004. Nos últimos seis pregões, o dólar acumulou alta de 7,02 por cento.

Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em torno de 877 milhões de dólares nesta sessão.

(Por Bruno Federowski)

 
Casa de câmbio no centro do Rio de Janeiro. 04/03/2015  REUTERS/Sergio Moraes