Produção de aço da China no 1o bimestre cai 1,5%

quarta-feira, 11 de março de 2015 10:17 BRT
 

XANGAI (Reuters) - A produção de aço bruto da China caiu 1,5 por cento no primeiro bimestre, para 130,5 milhões de toneladas, segundo dados do governo divulgados nesta quarta-feira, diante de redução de atividade de usinas para manutenção em um momento de demanda mais lenta.

A produção diária média de aço bruto na China caiu para 2,212 milhões de toneladas, segundo cálculos da Reuters baseados em dados da Agência Nacional de Estatísticas. Na comparação com dezembro, houve alta de 0,7 por cento.

A agência divulgou os dados do bimestre para evitar que os dados mensais sejam contaminados pelo feriado do Ano Novo Chinês.

"Uma economia mais lenta atingiu a produção de setores intensivos em energia como aço. E um mercado imobiliário fraco também fez pressão sobre a demanda por aço", disse Cao Yang, analista do Shanghai Pudong Development Bank.

Os preços do aço caíram 28 por cento durante 2014 por causa de excesso de capacidade e desaceleração econômica. Fontes da indústria esperam que usinas menos eficientes fechem este ano diante de regras ambientais mais duras no país.

A China, maior consumidora e produtora de aço do mundo, tem previsão de crescimento anual de cerca de 7 por cento este ano, o ritmo mais fraco em 25 anos. O novo "normal" do país deve pesar sobre a demanda por commodities.

A produção de aço em 2014 na China subiu 0,9 por cento, para 822,7 milhões de toneladas, o ritmo mais lento em mais de três décadas.

(Por Ruby Lian e David Stanway)