Lucro da JBS sobe para R$619 mi no 4º tri; unidade de bovinos piora desempenho

quarta-feira, 11 de março de 2015 21:31 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A JBS, maior produtora global de carnes, teve lucro líquido de 618,8 milhões de reais no quarto trimestre, valor mais do que quatro vezes superior ao do mesmo período de 2013, embora a JBS Mercosul, principal unidade da companhia, tenha tido piora no desempenho operacional em meio a um aumento dos preços do boi gordo.

Entre outubro e dezembro, a geração de caixa da JBS medida pelo lucro antes de juros, impostos, amortizações e depreciações (Ebitda) subiu 76 por cento, para 3,3 bilhões de reais, informou a empresa nesta quarta-feira.

No entanto, a JBS Mercosul, que compreende a produção de carne bovina no Brasil, na Argentina, no Paraguai e no Uruguai, teve uma queda de 23 por cento em seu Ebitda no quarto trimestre ante o mesmo período de 2013. Na mesma comparação, o Ebitda da JBS Foods, dedicada à produção de aves, suínos e alimentos processados, subiu 189 por cento. Já o Ebitda da unidade de bovinos da JBS USA cresceu 185 por cento.

A margem Ebitda da JBS Mercosul caiu para 7,1 por cento ante 11 por cento no terceiro trimestre de 2013, enquanto as outras duas unidades mais importantes tiveram alta na margem.

A empresa disse que o Ebitda da JBS Mercosul foi afetado pelo "aumento dos preços da matéria-prima, parcialmente compensado pelo aumento dos preços de venda da carne in natura em 15,1 por cento no mercado doméstico e de 7,9 por cento no mercado externo, impulsionado pela desvalorização do real".

Problemas com a seca em áreas de pastagem e gargalos estruturais do setor de criação de bovinos no Brasil têm elevado os preços do boi gordo nos últimos meses.

Os preços da matéria-prima acumularam alta de mais de 25 por cento em 2014, segundo o Indicador Esalq/BM&FBovespa, que atingiu em novembro a máxima histórica de 145,48 reais por arroba.

A JBS disse que mantém a sua estratégia de investimentos em marcas e inovação de produtos para sua divisão de bovinos no Mercosul, promovendo o lançamento de novas linhas, com maior valor agregado e conveniência para os consumidores.

Segundo a empresa, a estratégia já refletiu na melhora de mais de 15 por cento nos preços dos produtos industrializados no mercado doméstico em 2014 na comparação com 2013.   Continuação...