Real fraco atrapalha planos da Índia de impulsionar exportação de açúcar

quinta-feira, 12 de março de 2015 14:24 BRT
 

PUNE, Índia (Reuters) - A queda acentuada do real frente ao dólar tem afetado os esforços da Índia de intensificar as exportações de açúcar bruto apesar da decisão de Nova Délhi de dar um incentivo para aumentar os embarques, disseram autoridades do setor.

As exportações da Índia, segundo maior produtor de açúcar do mundo atrás do Brasil, poderiam ajudar a reviver uma mínima no contrato de referência de Nova York, que tocou o menor valor em seis anos nesta semana.

O real tem pressionado os preços mundiais do açúcar, mas a rupia indiana não caiu na mesma proporção para impulsionar as exportações do país, disse Yatin Wadhwana, diretor da Sucden India, à Reuters, durante uma conferência.

Na segunda-feira o dólar ante o real fechou no maior patamar desde junho de 2004.

O real mais fraco eleva retornos para os exportadores brasileiros, porque o açúcar é cotado em dólares. Mas a fraqueza da moeda e mais baixos preços mundiais do adoçante têm prejudicado os planos das exportações indianas.

"Quando o subsídio foi anunciado (pela Índia), houve muito otimismo, mas a subsequente queda do real tornou as exportações difíceis", disse um operador baseado em Mumbai.

(Por Rajendra Jadhav)