Dólar sobe 1% e renova máxima em quase onze anos por incertezas locais

quinta-feira, 12 de março de 2015 17:05 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou em alta de cerca de 1 por cento nesta quinta-feira e voltou a renovar as máximas em quase onze anos, em meio às persistentes preocupações com a situação política e econômica do Brasil e à incerteza sobre o futuro do programa de intervenções diárias do Banco Central no câmbio.

Com isso, a moeda norte-americana descolou-se dos mercados externos, onde perdeu força em meio a expectativas menores de que o Federal Reserve comece a elevar os juros já em junho.

O dólar subiu 1,08 por cento, a 3,1615 reais na venda, após chegar a cair mais de 1 por cento e atingir 3,0764 reais na mínima da sessão. Trata-se do maior nível de fechamento desde 14 de junho de 2004, quando ficou em 3,170 reais.

Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em torno de 1,6 bilhão de dólares.

(Por Bruno Federowski)