Queda do euro ajuda a manter vivo rali europeu

sexta-feira, 13 de março de 2015 15:41 BRT
 

Por Blaise Robinson

PARIS (Reuters) - O principal índice europeu de ações anulou as perdas na reta final do pregão e fechou em alta nesta sexta-feira, mantendo vivo o forte rali, com investidores apostando que a renovada queda do euro impulsionará a economia da região e elevará os lucros de exportadores.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis europeus, fechou com alta de 0,26 por cento, a 1.578 pontos, acumulando avanço de 0,5 por cento na semana, o sexto semanal.

O euro caiu 3 por cento nesta semana ante o dólar, atingindo as mínimas em doze anos, abaixo de 1,05 dólar nesta sexta-feira, após o Banco Central Europeu (BCE) dar início a compras de ativos que eventualmente ajudarão a injetar um trilhão de dólares na economia.

A persistente queda do euro no ano passado deu significativo impulso aos balanços corporativos europeus após anos de lucros estagnados. As perdas da moeda devem se traduzir em aumento de 10 a 13 por cento nos lucros em 2015.

"As bolsas europeias estão sendo completamente guiados pelo mercado de câmbio", disse o analista de mercados do FXCM, Nicolas Cheron.

"A queda do euro tem desempenhado um importante papel no rali das ações europeias nos últimos meses, mesmo antes do lançamento do programa de 'quantitative easing', e agora, com posições vendidas em euro atingindo níveis extremos no curto prazo, as ações europeias parecem vulneráveis a uma retração se a moeda se recuperar".

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,30 por cento, a 6.740 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,87 por cento, a 11.901 pontos.   Continuação...