Ações asiáticas sobem antes de reunião do Fed

segunda-feira, 16 de março de 2015 08:15 BRT
 

Por Lisa Twaronite

TÓQUIO (Reuters) - A maioria das ações asiáticas avançaram nesta segunda-feira depois que uma sessão negativa em Wall Street na sexta-feira manteve o sentimento em xeque.

As ações chinesas tiveram desempenho acima do mercado, subindo para máximas de cinco anos, com o índice em Xangai subindo mais de 2 por cento após o primeiro-ministro do país, Li Keqiang, dizer que Pequim tem muito escopo para impulsionar a segunda maior economia do mundo.

Os dados fracos sobre inflação nos Estados Unidos na sexta-feira não conseguiram descarrilar as expectativas de que o Federal Reserve, banco central do país, vai apertar a política monetária, e as ações norte-americanas caíram por preocupações acerca do impacto dos juros mais altos e de um dólar mais forte sobre os lucros de empresas. O S&P 500 registrou sua terceira semana consecutiva de queda, embora tenha ficado apenas 3 por cento abaixo da máxima recorde marcada no começo deste mês.

O foco principal de investidores nesta semana está na reunião de dois dias do Fed que começará na terça-feira. Após meses consecutivos de fortes dados de empregos, as expectativas têm aumentado de que o Fed sinalizará uma alta dos juros em junho, descartando uma promessa de ser "paciente" ao considerar tal medida.

Às 7h47 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão recuava 0,04 por cento.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,04 por cento, a 19.246 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,53 por cento, a 23.949 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 2,24 por cento, a 3.448 pontos.   Continuação...