Grécia precisa implementar reformas estruturais, diz Lagarde

segunda-feira, 16 de março de 2015 08:54 BRT
 

Por Manoj Kumar

NOVA DÉLHI (Reuters) - A Grécia precisa implementar reformas estruturais, disse nesta segunda-feira a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, ecoando outros credores internacionais que instaram Atenas a implementar reformas para assegurar fundos de que precisa urgentemente.

O governo do primeiro-ministro de esquerda do país, Alexis Tsipras, venceu as eleições de janeiro com uma promessa de reverter a austeridade e renegociar os termos de um resgate de 240 bilhões de euros. O governo, porém, tem enfrentado resistência de parceiros da zona do euro que não estão dispostos a fazer maiores compromissos.

Embora Atenas tenha recebido uma extensão de quatro meses para o acordo de resgate, o acordo de 20 de fevereiro não deu à Grécia acesso à ajuda prometida ao país pela zona do euro e o FMI, o que levou a uma falta de dinheiro.

Lagarde, que está em uma visita de dois dias à Índia, disse que sentia muito por contribuintes do país da zona do euro afundado em dívidas, mas acrescentou que a Grécia precisava reduzir seu déficit fiscal.

"Sei como tem sido difícil para a população grega, particularmente para as pessoas que pagam seus impostos, particularmente para as pessoas que são transparentes", disse ela enquanto interagia com estudantes em Nova Délhi.

"Igualmente, realmente acredito fortemente que a economia precisa ser transformada, as reformas estruturais precisam acontecer, os fundos de aposentadoria precisam ser estabilizados e financiados adequadamente pois não é possível tomar empréstimo no futuro constantemente".