Diretoria da Petrobras faz "de tudo" para antecipar balanço auditado, diz executivo

terça-feira, 17 de março de 2015 08:32 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras está fazendo "de tudo para antecipar o máximo possível" a divulgação de resultados financeiros auditados e seus executivos manterão silêncio sobre assuntos da gestão da empresa para não atrapalhar o processo, disse nesta segunda-feira o diretor de Gás e Energia da petroleira, Hugo Repsold.

Questionado sobre uma data para a publicação do balanço, ele evitou fazer uma previsão, já que isso poderia ser mal interpretado pela Comissão de Valores Mobiliares (CVM) e pelo órgão equivalente nos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês).

"A gente está fazendo tudo para antecipar o máximo possível (o balanço auditado), mas é muito difícil de prever (uma data), porque tem etapas para serem cumpridas e a gente tem que trabalhar duro", afirmou o diretor a jornalistas, após ministrar uma aula inaugural na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Durante discurso de pouco mais de uma hora, o novo diretor de Gás e Energia, com mais de 30 anos de carreira na Petrobras, evitou assuntos mais delicados e se mostrou bastante confiante diante dos desafios que terão que ser enfrentados pela empresa.

"Temos a tarefa árdua de concluir as contas, terminar as demonstrações contábeis da Petrobras e mostrar os números para que todos conheçam, números que sejam transparentes, claros, reconhecidos e auditados...", disse.

O balanço do terceiro trimestre foi publicado sem a assinatura da auditoria independente, que se recusou a assinar o documento sem que fossem feitas baixas contábeis relacionadas ao escândalo de corrupção que envolve a petroleira. Já o balanço do quarto trimestre ainda não foi apresentado.

Segundo Repsold, após a divulgação de balanço auditado, os funcionários na Petrobras poderão "prosseguir com a vida normal, técnica, de planejar, implementar os projetos, prosseguir com o desenvolvimento da produção".

(Por Marta Nogueira)