Índice alemão bate recorde e impulsiona ações europeias

segunda-feira, 16 de março de 2015 15:06 BRT
 

Por Sudip Kar-Gupta

LONDRES (Reuters) - O índice alemão DAX atingiu novas máximas recordes nesta segunda-feira e ajudou o principal índice europeu de ações a ampliar o recente rali, com investidores apostando que o enfraquecimento do euro vai impulsionar a economia da região e elevar o lucro dos exportadores.

O avanço na Europa também impulsionou o índice suíço SMI de volta aos maiores níveis desde janeiro, antes de o banco central da Suíça abandonar um limite cambial que vinha impondo ao franco. A decisão havia impulsionado a divisa e derrubado a bolsa do país.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, subiu 1,01 por cento, a 1.594 pontos, maior nível desde o fim de 2007, enquanto o suíço SMI subiu 0,89 por cento, a 9.237 pontos - maior nível desde o fim do limite cambial em janeiro.

O chefe de multimercados e renda-fixa do banco suíço SYZ, Farbizio Quirighetti, disse que a estabilização do franco nos mercados de câmbio beneficiou grandes exportadores suíços.

O DAX --que, diferentemente de muitos outros índices acionários europeus leva em consideração retornos de dividentos-- avançou 2,24 por cento, para 12.167 pontos, superando o nível de 12 mil pontos pela primeira vez.

O DAX e outros índices europeus têm sido sustentados desde o começo de 2015 pelo programa do Banco Central Europeu (BCE) de compra de títulos, que almeja impulsionar o crescimento econômico no continente.

O estímulo - conhecido como "quantitative easing" - também tem reduzido os rendimentos de bônus, aumentando a demanda por ações, que oferecem retornos maiores, e enfraquecido o euro.