16 de Março de 2015 / às 19:48 / em 3 anos

Ministério Público Federal denuncia tesoureiro do PT por escândalo na Petrobras

(Reuters) - O Ministério Público Federal denunciou nesta segunda-feira o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, por crimes de corrupção no âmbito da operação Lava Jato, que investiga denúncias envolvendo pagamento de propina como resultado de fraudes em licitações da Petrobras.

“Vaccari tinha consciência de que os pagamentos (doações de campanha) eram feitos a título de propina”, afirmou o procurador Deltan Dallagnol, em entrevista a jornalistas, em Curitiba.

Mais cedo, o MPF já havia anunciado a prisão e a denúncia por crimes de corrupção do ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque.

O Ministério Público Federal tem “ampla prova” de que tesoureiro do PT se encontrou com ex-executivos da Petrobras Renato Duque e Pedro Barusco para tratar de doações ao partido, disse o procurador.

Barusco é um dos principais delatores do esquema e fez um acordo de delação premiada com as autoridades.

Segundo o MPF, as doações ao PT com base em propina de corrupção na Petrobras foram feitas ao diretório nacional e a três ou quatro diretórios locais.

Por Roberto Samora, em São Paulo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below