Índice europeu de ações afasta-se de máximas por fraqueza em montadoras

terça-feira, 17 de março de 2015 14:57 BRT
 

Por Atul Prakash

LONDRES (Reuters) - O principal índice europeu de ações afastou-se das máximas em sete anos e meio nesta terça-feira, com o papel da PSA Peugeot Citroen conduzindo a queda das montadoras após a divulgação de dados de vendas de automóveis e de um indicador decepcionante da confiança econômica na Alemanha.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações do continente, caiu 0,68 por cento, a 1.583 pontos. O alemão DAX mostrou desempenho pior do que seus pares, após atingir a máxima histórica na sessão anterior.

O índice de automóveis e autopeças STOXX Europe recuou 2,5 por cento, pressionado pelo tombo de 5,9 por cento da Peugeot após as vendas de veículos da montadora crescerem menos do que as do setor em fevereiro.

"As novas vendas de automóveis da Peugeot são decepcionantes. A Peugeot apresentou resultados piores do que o mercado europeu de automóveis em fevereiro, com aumento limitado de 1,1 por cento", disse um operador baseado em Paris.

Dados da associação de fabricantes europeus de veículos (Acea) mostraram que os novos emplacamentos na Europa subiram 7 por cento em fevereiro, impulsionados por crescimento de vendas de mais de 10 por cento na Itália e na Espanha.

As bolsas europeias foram palco de ainda mais vendas após o instituto ZEW informar que seu índice mensal de confiança econômica na Alemanha subiu a 54,8 em março, ante 53,0 em fevereiro. O resultado ficou aquém da previsão em pesquisa Reuters, de 58,2. O ZEW advertiu que a falta de progresso para resolver as crises na Grécia e na Ucrânia está golpeando a confiança.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,49 por cento, a 6.837 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 1,54 por cento, a 11.980 pontos.   Continuação...