Agricultores dos EUA devem reduzir uso de fertilizantes devido a custos

terça-feira, 17 de março de 2015 15:01 BRT
 

CHICAGO (Reuters) - Agricultores dos Estados Unidos deverão usar menos fertilizantes nitrogenados nesta temporada devido aos preços elevados do insumo, mesmo com o gás, principal ingrediente de fabricação, 40 por cento mais barato que no ano passado.

A redução no uso deverá atingir principalmente a produção de milho, já que o nitrogênio é o principal indutor de altas produtividades das lavouras do cereal.

"O que estamos vendo nesta temporada é uma redução nas taxas", disse Ray Carpenter, um dos vice-presidentes da Cooperativa de Agricultores de Ames, no Iowa, referindo-se às encomendas de nitrogênio. "Taxas reduzidas significam produtividade reduzida."

O principal ingrediente do fertilizante, o gás natural, está cotado atualmente em cerca de 2,716 dólar por milhão de BTU (unidade térmica), ante 4,536 dólar no ano passado. Já o preço da amônia anidra, um fertilizante nitrogenado muito utilizado, permanece caro, perto de 650 a 700 dólares por tonelada.

A disparidade entre o alto preço do fertilizante e o baixo preço do gás deve-se aos reduzidos estoques de fertilizantes, em função de problemas de logística do setor em 2014 e de uma indústria que é controlada por algumas poucas indústrias.

"A realidade é que os custos de insumo não caem tão rápido quanto o preço de equilíbrio", disse o analista Sterling Liddell, do Rabobank.

"Eu não quero gastar demais", disse o agricultor Mark Recker, de Iowa, que irá começar a trabalhar a terra em breve. "Estou discutindo quanto vou adubar, espaçando as aplicações. Pode ser que eu reduza na comparação com anos anteriores."

(Por Christine Stebbins)