Minério de ferro despenca 5,4% e atinge mínima histórica na China

quarta-feira, 18 de março de 2015 09:45 BRT
 

XANGAI/CINGAPURA (Reuters) - Os preços do minério de ferro no mercado à vista da China afundaram 5,4 por cento nesta quarta-feira, chegando ao menor valor já registrado, em meio a preocupações com a demanda no país asiático.

A queda acontece em meio a temores de que maiores restrições ambientais na China podem atingir a produção de aço e prejudicar o apetite pela matéria-prima no país que é seu principal consumidor.

As siderúrgicas chinesas, que já sofrem com um problema crônico de excesso de capacidade e menor demanda devido à desaceleração da economia do país, estão tendo que encarar custos cada vez maiores de adaptação a regras do governo que buscam melhorar a qualidade do ar.

O minério com 62 por cento de teor de ferro para entrega imediata no porto de Tianjin, na China, caiu para 54,50 dólares por tonelada nesta quarta-feira, menor nível desde que os preços começaram a ser compilados pelo The Steel Index. A commodity já acumula perdas de mais de 23 por cento este ano, após perdas de 47 por cento em 2014.

O contrato futuro de minério de ferro na Dalian Commodity Exchange fechou com perdas de 18 iuanes a 437 iuanes (70 dólares) por tonelada , atingindo o limite diário de perdas estabelecido pela bolsa. Foi o menor nível para um contrato mais negociado desde o lançamento do produto em outubro de 2013.

"Investidores estão receosos de que as novas verificações que buscam atacar a poluição do ar irão impor um forte revés para o minério de ferro", disse Li Wenjing, analista da Industrial Futures, em Xangai.

(Por Ruby Lian e Manolo Serapio Jr)