Suíça diz que US$120 mi ligados à corrupção na Petrobras são repatriados

quarta-feira, 18 de março de 2015 12:12 BRT
 

ZURIQUE (Reuters) - A Procuradoria-Geral da Suíça informou nesta quarta-feira que cerca de 120 milhões de dólares em ativos congelados por conta das investigações de corrupção na Petrobras estão sendo repatriados ao Brasil.

"A liberação de mais de 120 milhões de dólares reflete a clara intenção da Suíça de tomar uma posição contra o mal uso de seu centro financiero para propósitos criminosos, e visa a devolução dos recursos de origem criminosa aos legítimos donos", disse a procuradoria-geral em comunicado nesta quarta-feira.

Acusações de corrupção na Petrobras têm abalado o Brasil, com partidos de oposição pedindo ao Supremo Tribunal Federal (STF) investigação do envolvimento da presidente Dilma Rousseff no caso.

Dilma tem negado ter conhecimento sobre a corrupção na Petrobras enquanto era presidente do Conselho de Administração, em período em que muitos dos supostos desvios aconteceram. Ela tem defendido uma investigação completa.

(Por Katharina Bart)