Usiminas fará assembleia em 6/4 para escolha de presidente do Conselho

quarta-feira, 18 de março de 2015 14:03 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Usiminas, maior produtora de aços planos do Brasil, convocou para 6 de abril uma assembleia extraordinária de acionistas para eleger o presidente e outros membros do Conselho de Administração.

A assembleia ocorrerá na sede da empresa, em Belo Horizonte.

O mandato dos novos membros do Conselho vai até a assembleia geral ordinária de 2016, informou a empresa.

Segundo uma fonte próxima do assunto, a Usiminas informa ainda nesta quarta-feira a lista de candidatos ao conselho.

A eleição vai ocorrer após meses de disputas entre os grupos Ternium-Techint e Nippon Steel pelo comando da Usiminas, que causaram a demissão do presidente da companhia e outros dois altos executivos em setembro passado. A rixa dos dois grupos torna improvável uma reeleição do atual presidente do conselho da empresa, Paulo Penido, afirmou a fonte.

As ações ordinárias da Usiminas subiram mais de 100 por cento nos últimos três pregões. Nesta sessão, os papéis com direito a voto da empresa reduziam queda de quase 5 por cento registrada mais cedo, e exibiam desvalorização de cerca de 1 por cento às 14h01. As ações não integram o Ibovespa, que subia 1,9 por cento.

De acordo com profissionais do mercado ouvidos pela Reuters, a disparada recente das ações estaria ligada a movimentos do empresário Lirio Parisotto, acionista minoritário por meio do fundo L.Par, visando disputa no Conselho da siderúrgica, bem como do grupo Ternium-Techint. Segundo a fonte, o empresário vai tentar se eleger para a vaga em aberto no conselho da Usiminas.

Procurado nesta quarta-feira, o empresário não estava disponível para comentários. Representantes de Ternium e Nippon Steel não comentaram o assunto.

(Por Alberto Alerigi Jr.)