EUA criam primeiras regras para perfuração de óleo não convencional em áreas federais

sexta-feira, 20 de março de 2015 14:55 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - A administração Obama revelou nesta sexta-feira as primeiras grandes diretrizes para empresas que exploram petróleo não convencional em terras federais, incluindo medidas adicionais de segurança para proteger reservas subterrâneas de água, provocando protestos de companhias que dizem que a mudança será uma barreira para seu crescimento.

As regras exigem que companhias de energia reforcem os poços e previnam vazamentos, além de fornecerem dados sobre as misturas de produtos químicos usados para extrair petróleo e gás. As regras irão aumentar a transparência de um setor que sempre foi relutante em revelar "segredos comerciais".

O fraturamento hidráulico é controverso processo que envolve o bombeamento de água, areia e produtos químicos nos poços para extrair óleo e gás. Ambientalistas dizem que o método gera riscos à saúde.

Embora apenas cerca de 10 por cento do fraturamento hidráulico aconteça em áreas federais, o governo Obama espera que as novas regras sirvam de modelo para os padrões da indústria em outras regiões, especialmente nos Estados que não têm regras para esse tipo de perfuração.

(Por Valerie Volcovici)