Dólar cai 2% ante real e interrompe três altas semanais

sexta-feira, 20 de março de 2015 17:13 BRT
 

Por Bruno Federowski

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou em queda de 2 por cento ante o real nesta sexta-feira, anulando os ganhos acumulados na semana e interrompendo sequência de três altas semanais, diante do bom humor generalizado nas praças financeiras internacionais.

Operadores citaram uma série de fatores para explicar o clima favorável, incluindo o tom mais cauteloso adotado pelo Federal Reserve em sua decisão de política monetária nesta semana, o programa de compra de títulos do Banco Central Europeu (BCE) e a promessa de reformas da Grécia.

Isso acabou deixando de lado, por ora, os atritos entre o governo e o Congresso e preocupações com o ajuste fiscal, mas operadores mantiveram essas questões no radar. Segundo eles, o quadro de apreensão deve sustentar a volatilidade nas próximas sessões.

A moeda norte-americana caiu 2,01 por cento, a 3,2302 reais na venda. Na semana, o dólar caiu 0,58 por cento ante o real, após subir nas três semanas anteriores.

A divisa atingiu 3,2017 na mínima do dia, mas reduziu as perdas na segunda metade da sessão à medida que investidores compraram dólares para se protegerem de possíveis notícias negativas no fim de semana.

Pela manhã, a moeda dos EUA chegou a subir, atingindo 3,3164 reais na máxima da sessão, maior nível em quase 12 anos. Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em torno de 1,7 bilhão de dólares.

"O mundo inteiro está vendendo dólares e o resultado é uma trégua aqui. Resta saber se ela vai ser duradoura ou não", disse o gerente de câmbio da corretora Treviso, Reginaldo Galhardo.

O euro, por exemplo, subia cerca de 1,5 por cento ante o dólar nesta sessão e caminhava para marcar o maior ganho semanal desde o início de 2013, pouco após o BCE começar a imprimir dinheiro para comprar títulos soberanos europeus. Também ajudou esse movimento a perspectiva de que os juros norte-americanos vão demorar um pouco mais para começar a subir e isso acontecerá de forma mais lenta.   Continuação...