Corte dos EUA autoriza Citigroup a processar pagamentos de bônus da Argentina

segunda-feira, 23 de março de 2015 10:35 BRT
 

BUENOS AIRES (Reuters) - O Citigroup disse que recebeu autorização de um juiz norte-americano para processar dois pagamentos de dívida da Argentina, o que pode aliviar as tensões entre o banco e o país.

O banco norte-americano, que age como entidade de custódia de alguns bônus argentinos, está envolvido numa batalha judicial entre a Argentina e um grupo de fundos de hedge sediados em Nova York que buscam pagamento total de seus bônus soberanos em default.

Uma potencial resolução pode estar mais próxima após a decisão de um tribunal em Nova York na sexta-feira.

O tribunal estipulou que não vai restringir o Citi de atender suas obrigações de processamento de pagamento relacionadas a pagamentos de bônus argentinos denominados em dólares sob leis locais que vencem em 31 de março e 30 de junho, disse o banco em comunicado.

O tribunal disse também que não impedirá o banco de sair do negócio de custódia argentino, como o banco disse que deseja fazer.

A presidente argentina, Cristina Kirchner, ameaçou cancelar a licença de operações do Citibank na Argentina se o banco se recusasse a processar pagamentos a outros detentores de bônus.

(Por Nicolas Misculin)