Importação de açúcar pela China fica abaixo do esperado em fevereiro

segunda-feira, 23 de março de 2015 12:00 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A China importou cerca de 124 mil toneladas de açúcar em fevereiro, queda de 24 por cento ante um ano atrás e cerca de metade do volume esperado pela indústria, com analistas dizendo que provavelmente os carregamentos foram atrasados pelo feriado do Ano Novo Lunar, que caiu na metade do mês.

Alguns carregamentos também podem ter sido recusados por "razões de política", disse um analista, depois que Pequim implementou um novo processo de aprovação para importações fora de cota.

O governo chinês está sob pressão para reduzir as importações de açúcar para ajudar as refinarias domésticas em dificuldade financeira que foram forçadas a pagar altos preços pela cana cultivada localmente, tornando-as menos competitivas em relação à produção de países como Brasil e Tailândia.

As importações atingiram cerca de 3,5 milhões de toneladas em 2014, levando o governo a estabelecer um novo sistema de licenciamento para todas as importações de açúcar fora de uma cota de tarifa baixa. Ainda assim, as usinas estão pedindo medidas mais duras para frear as importações.

Três carregamentos com entrada recusada em dezembro e com previsão de chegada no mês passado ainda não haviam sido entregues, impactando os números de fevereiro, disse Zhan Xiao, analista da Xinhu Futures.

"Nossa estimativa original (para fevereiro) era de 250 mil toneladas", disse ele, destacando que não está claro se os três carregamentos chegarão em março.

(Por Dominique Patton)