Dívida mobiliária federal interna sobe 3,53% em fevereiro ante janeiro, diz Tesouro

terça-feira, 24 de março de 2015 09:58 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - A dívida pública mobiliária federal interna subiu 3,53 por cento em fevereiro frente a janeiro, atingindo 2,213 trilhões de reais, informou o Tesouro Nacional nesta terça-feira.

O Tesouro anunciou ainda que o estoque da dívida pública federal, incluindo também a dívida externa, subiu 3,64 por cento em fevereiro, para 2,330 trilhões de reais.

Em fevereiro, os títulos prefixados representaram 39,71 por cento do total da dívida, maior que os 39,01 por cento no mês anterior. A meta do governo para o ano é que fique entre 40 e 44 por cento.

O Tesouro informou ainda que os papéis corrigidos pela inflação representaram 35,25 por cento da dívida em fevereiro, ante 36,29 por cento em janeiro. Para o fim do ano a meta é que fiquem entre 33 e 37 por cento.

Já os títulos corrigidos pela Selic corresponderam a 20,01 por cento do total do passivo ante 19,82 por cento em janeiro. Para o término deste ano, a meta do governo é que fiquem entre 17 e 22 por cento.

Os dados apresentados pelo Tesouro mostram ainda que os investidores estrangeiros aumentaram suas aplicações em títulos da dívida mobiliária interna a 17,37 por cento, frente a 17,23 por cento verificada no mês anterior.

(Por Luciana Otoni)