Vendas de etanol hidratado têm recorde em março após aumento da Cide na gasolina

terça-feira, 24 de março de 2015 17:10 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - As vendas de etanol hidratado pelas usinas produtoras da região centro-sul do Brasil atingiram patamar recorde na primeira quinzena de março deste ano, com a maior competitividade do biocombustível frente à gasolina após a implementação de tributos adicionais ao combustível fóssil, afirmou nesta terça-feira a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica).

As vendas de hidratado na primeira metade do mês somaram 681,57 milhões de litros, alta de 50,5 por cento ante o mesmo período do ano anterior, de acordo com dados da associação das usinas da principal região produtora do país.

Uma maior tributação da gasolina, via Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) e PIS/Cofins, passou a vigorar a partir de 1º de fevereiro, encarecendo o combustível frente ao etanol.

De outro lado, os preços do etanol nas usinas têm caído nas últimas semanas no Estado de São Paulo, com o início da moagem da nova safra.

O etanol hidratado registrou na última semana a sexta queda semanal nas cotações, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

Já as vendas de etanol anidro (combustível misturado à gasolina) pelas usinas alcançaram 364,18 milhões de litros nos primeiros 15 dias de março, queda de 3,7 por cento ante o mesmo período do ano anterior.  

(Por Roberto Samora)