Maiores siderúrgicas da China tiveram perdas de US$507 mi em janeiro e fevereiro

quinta-feira, 26 de março de 2015 13:30 BRT
 

SHIJIAZHUANG, China (Reuters) - Médias e grandes siderúrgicas da China tiveram prejuízo de 3,15 bilhões de iuanes (507,1 milhões de dólares) no primeiro bimestre, disse nesta quinta-feira o vice-chairman da Associação de Ferro e Aço da China (Cisa), Wang Liqun, com o excesso de oferta e aumento mais lento da demanda pressionando preços.

O consumo aparente de aço bruto na China, o maior produtor e consumidor do material de construção, caiu 7,5 por cento em janeiro e fevereiro, disse Wang numa conferência do setor.

As siderúrgicas chinesas têm enfrentado dificuldades com excesso crônico de capacidade, crescimento mais lento da demanda e custos ambientais cada vez maiores. Uma queda de 28 por cento nos preços do aço no ano passado forçou muitas usinas não competitivas a fecharem.

O consumo de aço na China caiu 4 por cento, a 740 milhões de toneladas em 2014 e a produção de aço bruto subiu 0,9 por cento, a 820 milhões de toneladas, menor taxa em mais de três décadas.

As siderúrgicas chinesas têm recorrido às exportações, que subiram a um recorde de 93,78 milhões de toneladas no ano passado, mas Wang alertou que crescentes atritos comerciais colocarão pressão sobre as exportações de aço chinesas.

(Por David Stanway)

 
Funcionários trabalham na Dongbei Special Steel, em Dalian, China. 16/03/2015 REUTERS/China Daily (CHINA - Tags: BUSINESS)