Graça Foster diz que apenas Polícia Federal identificou corrupção na Petrobras

quinta-feira, 26 de março de 2015 12:55 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A ex-presidente da Petrobras Maria das Graças Foster afirmou em depoimento na Câmara dos Deputados nesta quinta-feira que a corrupção na companhia foi descoberta pela Polícia Federal e não por órgãos de controle como Tribunal de Contas da União (TCU) e Controladoria-Geral da União (CGU).

"Eu entendo que os órgãos de controle melhoraram a nossa gestão, mas eu pessoalmente entendo que o descobridor da corrupção foi a polícia", disse a executiva à CPI da Petrobras, frisando que desvios de dinheiro também não foram detectados pela empresa.

Graça Foster, como prefere ser chamada, destacou ainda que a PricewaterhouseCoopers (PwC) apenas questionou resultados financeiros da empresa depois que diversos depoimentos de ex-executivos da Petrobras revelaram informações à polícia.

"Até então nós não tínhamos nenhum chamamento da Price fazendo qualquer questionamento sobre os números da Petrobras."

(Por Marta Nogueira)

 
Ex-presidente da Petrobras Maria das Graças Silva Foster na CPI da estatal na Câmara. 26/03/2015 REUTERS/Ueslei Marcelino