Wall St fecha em queda, mas longe das mínimas da sessão

quinta-feira, 26 de março de 2015 18:47 BRT
 

Por Rodrigo Campos

NOVA YORK (Reuters) - As bolsas dos Estados Unidos fecharam em queda pela quarta sessão consecutiva nesta quinta-feira, mas longe das mínimas da sessão devido ao apoio de indicadores econômicos e balanços de empresas, incluindo Accenture.

O índice Dow Jones recuou 0,23 por cento, para 17.678 pontos. O índice Standard & Poor's 500 caiu 0,24 por cento, para 2.056 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq fechou em baixa de 0,27 por cento, a 4.863 pontos.

O S&P 500 ainda está cerca de 3 por cento abaixo o recorde de alta alcançado há três semanas.

As ações de empresas de semicondutores foram pressionadas novamente, desta vez após a SanDisk cortar sua projeção para receita. Os papéis da empresa caíram 18,4 por cento, a 66,20 dólares, e o índice do setor de semicondutores fechou em queda de 1,4 por cento, após recuar até 3,5 por cento mais cedo.

As ações consultoria Accenture subiram 6,8 por cento, a 94,17 dólares, depois de anunciar que a sua receita trimestral avançou 5 por cento, ajudada pelo crescimento do negócio de terceirização, uma vez que as empresas norte-americanas buscam cortar custos.

"Os resultados, principalmente de empresas com sede nos EUA, continuam muito fortes", disse o diretor de investimentos da Kayne Anderson Rudnick, Doug Foreman.

O índice de energia do S&P caiu 0,2 por cento, apesar do rali nos preços do petróleo após ataques aéreos da Arábia Saudita no Iêmen.

O número de novos pedidos de auxílio-desemprego nos EUA caiu mais que o esperado na semana passada, enquanto a atividade no setor de serviços atingiu a máxima em seis meses em março, corroborando sólidos fundamentos, apesar da recente desaceleração do crescimento.