Governo grego nega que ministro das Finanças Varoufakis irá renunciar

sexta-feira, 27 de março de 2015 09:14 BRT
 

ATENAS (Reuters) - O ministro grego das Finanças, Yanis Varoufakis, não está planejando entregar o cargo, disseram duas autoridades do governo da Grécia nesta sexta-feira, negando uma reportagem do jornal alemão Bild.

"Nada disso é verdade, está longe da realidade", disse uma das autoridades à Reuters.

A versão online do Bild na sexta-feira citou uma fonte do governo grego dizendo que era apenas uma questão de tempo antes que Varoufakis deixar o cargo, acrescentando que tal decisão já havia sido tomada.

Figura proeminente no governo grego, que tornou um hábito dar entrevistas e causar repercussões na mídia com ataques afiados contra as políticas de austeridade, Varoufakis tem mantido uma presença muito mais reservada nos últimos dias.

Após uma sessão de fotos de sua esposa para a revista Paris Match ter irritado autoridades do partido Syriza, Varoufakis apareceu em menos programas de televisão e reduziu o número de entrevistas.

Ele também cancelou sua presença em uma conferência em Londres na semana passada e foi uma ausência notável quando o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, viajou para Bruxelas e Berlim para conversas cruciais sobre os esforços gregos para assegurar ajuda financeira para se manter solvente.

O acadêmico, de 53 anos, nunca tinha tido um cargo político até que Tsipras o convidou para ser ministro das Finanças em janeiro. Suas críticas francas sobre o odiado programa de resgate e seu estilo casual, sem gravata e com camisa para fora, deram a Varoufakis desde então um status de estrela do rock na Grécia.

(Por Renee Maltezou)

 
Ministro grego das Finanças, Yanis Varoufakis, durante encontro em Atenas.  24/03/2015  REUTERS/Alkis Konstantinidis