Desdobramentos da Lava Jato ameaçam aportes de R$424 bi no Brasil, diz Firjan

sexta-feira, 27 de março de 2015 12:05 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Os desdobramentos da Operação Lava Jato, da Polícia Federal, podem ameaçar investimentos de 424 bilhões de reais no Brasil, dos quais 25 por cento estão programados para o Estado do Rio de Janeiro, apontou estudo publicado nesta sexta-feira pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan).

Do montante total, 242,8 bilhões de reais de investimentos estão previstos para serem aportados em 109 obras de infraestrutura, e os 181 bilhões de reais restantes em projetos de pesquisa e desenvolvimento.

O valor estimado considera investimentos totais em obras e projetos a serem concluídos em até cinco anos, com alguns deles já em desenvolvimento, afirmou à Reuters a chefe da Divisão de Competitividade Industrial do Sistema Firjan, Júlia Nicolau.

Apesar de ponderar que o país tem agora "a oportunidade de pôr fim a um dos maiores esquemas de corrupção e punir seus culpados", a Firjan mostrou preocupação de que "os efeitos das investigações sobre as empresas envolvidas podem vir a paralisar os investimentos em curso no país".

De acordo com o estudo, as investigações resultaram na suspensão formal de contratação pela Petrobras de 25 empresas no Brasil, das quais 13 construtoras envolvidas nas mais importantes obras de infraestrutura do país e em grandes empreendimentos no setor de pesquisa e desenvolvimento.

As obras de infraestrutura com execução ameaçada, afirmou a Firjan, estão majoritariamente concentradas nos setores de transporte e logística e energia elétrica, que respondem por 57 por cento e 29 por cento do total, respectivamente.

"Todos os investimentos na construção das instalações olímpicas, para os quais não há possibilidade de adiamento, podem estar comprometidos", afirmou o estudo da Firjan.

(Por Marta Nogueira)