Levy diz que cumprimento da meta fiscal depende apenas do Congresso

sexta-feira, 27 de março de 2015 17:27 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, disse nesta sexta-feira que o cumprimento da meta de superávit primário de 1,2 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano depende apenas da aprovação das medidas já propostas pelo governo no Congresso e não do desempenho.

Levy fez a afirmação respondendo a questionamento de jornalistas sobre a capacidade do governo de cumprir a meta fiscal mesmo com um eventual enfraquecimento da economia em 2015, destacando ainda que o governo não pode gastar mais do que arrecada e, por isso, encaminhou as medidas de ajuste fiscal ao Congresso.

Sobre a expectativa pela aprovação das propostas, o ministro afirmou que tem conversado com muitos senadores e deputados, e que eles têm mostrado que entendem a importância do ajuste fiscal.

(Por Rodrigo Viga Gaier)