Nippon Steel denuncia Ternium à CVM por aluguel de ações da Usiminas

segunda-feira, 30 de março de 2015 17:45 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O grupo japonês Nippon Steel & Sumitomo Metal anunciou nesta segunda-feira que encaminhou à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) uma carta em que denuncia o grupo latino-americano Ternium de tentar criar um grupo de acionistas minoritários leal a seus interesses para uma importante votação marcada para o começo de abril.

Segundo a Nippon, a transferência de ações da Usiminas que pertenciam ao fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil, Previ, para terceiros "burla" obrigação para que a Ternium vote na mesma direção das ações vinculadas ao bloco de controle da Usiminas.

A Ternium transferiu 25 milhões de ações ordinárias da Usiminas à custódia da BM&FBovespa, tornando-as disponíveis para aluguel ou venda antes da assembleia que definirá quem assumirá a gestão da empresa, marcada para 6 de abril.

(Por Alberto Alerigi Jr.)