Queda de preços na zona do euro diminui como esperado em março

terça-feira, 31 de março de 2015 08:38 BRT
 

BRUXELAS (Reuters) - Os preços ao consumidor na zona do euro caíram em março na comparação anual como esperado, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira, mas o recuo foi pequeno, indicando que a deflação chegou ao seu maior nível em janeiro e que o índice de preços pode começar a subir novamente em breve.

A agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat, estimou que os preços aos consumidores nos 19 países que usam o euro caíram 0,1 por cento neste mês na base anual, comparado com queda de 0,3 por cento em fevereiro e recuo de 0,6 por cento em janeiro.

Como em meses anteriores, o declínio deveu-se principalmente a uma forte queda nos preços de energia, que ficaram 5,8 por cento mais baratos em março do que um ano antes.

O núcleo da inflação, que exclui os voláteis componentes de energia e alimentos não processados, subiu 0,6 por cento na base anual, ante 0,7 por cento em fevereiro e 0,6 por cento em janeiro.

A notícia deve ser comemorada pelo Banco Central Europeu, que quer manter a inflação abaixo mas perto de 2 por cento no médio prazo. O BCE começou a imprimir dinheiro em março para injetar mais recursos na economia e fazer os preços subirem de novo.

(Reportagem de Jan Strupczewski)

 
Escultura do logo do euro na sede do Banco Central Europeu, em Frankfurt.  26/10/2014      REUTERS/Ralph Orlowski