Grécia e credores ainda não conseguiram desbloquear ajuda, dizem autoridades

terça-feira, 31 de março de 2015 09:49 BRT
 

ATENAS (Reuters) - A Grécia e seus financiadores União Europeia e FMI fracassaram em alcançar um acordo inicial para desbloquear ajuda após credores classificaram um pacote de reformas de Atenas como ideias em vez de um plano concreto, disseram autoridades nesta terça-feira.

Atenas se vê diante da possibilidade de ficar sem dinheiro em três semanas a menos que consiga convencer credores a desembolsarem mais ajuda financeira.

Atenas assumiu uma postura corajosa após o fracasso em alcançar um acordo com o "Grupo de Bruxelas" de representantes da União Europeia e da FMI, dizendo que continua com intenção de fechar um acordo com base em sua antiga demanda de que as medidas que lhes são pedidas para adotar não prejudiquem o crescimento econômico. Os credores intensificarão esforços para coletar dados em Atenas.

Uma fonte familiarizada com as conversas disse que a interrupção nas negociações não é um sinal de ruptura, e sim um indício de progresso lento nas discussões.

O assunto em questão é uma lista de reformas que a Grécia apresentou a representantes do Grupo de Bruxelas na semana passada, num esforço para mostrar a credores que está comprometida em cumprir as promessas de disciplina financeira e que merece ajuda.

No entanto, autoridades da zona do euro descartaram a lista como um conjunto de ideias em vez de um plano abrangente. Uma autoridade da UE disse que os credores ainda não receberam a lista que esperavam.

Uma teleconferência do grupo de trabalho de vice-ministros das Finanças da zona do euro permanece agendada para quarta-feira e permitirá que o bloco avalie os acontecimentos até agora, disse uma autoridade.

"Obviamente estamos ansiosos para receber uma lista o quanto antes. Esse é o objetivo das discussões atuais: trocar informações sobre intenções e reformas detalhadas", disse a autoridade.

(Por Lefteris Papadimas e Renee Maltezou)