Produção industrial cai 0,9% em fevereiro com perda em todas as categorias

quarta-feira, 1 de abril de 2015 09:42 BRT
 

Por Rodrigo Viga Gaier e Camila Moreira

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A produção industrial brasileira caiu 0,9 por cento em fevereiro na comparação com o mês anterior, menos do que o esperado mas anulando o ganho registrado em janeiro e com perda generalizada entre as categorias, em um resultado que destaca a trajetória negativa que o setor deve apresentar ao longo deste ano.

Na comparação com um ano antes, a produção despencou 9,1 por cento em fevereiro, 12º resultado negativo nesse tipo de comparação, informou o Instituto Brasileiro de Geografia a Estatística (IBGE) nesta quarta-feira.

Para completar o quadro de fraqueza no início de 2015, o IBGE revisou fortemente para baixo o resultado mensal de janeiro para uma alta de apenas 0,3 por cento, ante os 2,0 por cento divulgados anteriormente.

Com isso, a produção industrial brasileira acumula nos dois primeiros meses do ano queda de 7,1 por cento.

Apesar dos números bem ruins, os resultados de fevereiro foram melhores do que a mediana das expectativas em pesquisa da Reuters, de queda de 1,6 por cento na comparação mensal e de recuo de 10,25 por cento na base anual.[L2N0WW2M6]

Segundo o IBGE, a categoria com pior desempenho sobre o mês anterior foi a de Bens de Capital, uma medida de investimento, que registrou queda de 4,1 por cento, segundo o IBGE devido principalmente à menor produção de caminhões, afetada pelas férias coletivas em várias unidades. Na comparação com fevereiro de 2014, a produção de Bens de Capital desabou 25,7 por cento.

Dos 24 ramos pesquisados, 11 tiveram recuo, tendo entre as principais influências negativas veículos automotores, reboques e carrocerias (-1,7 por cento).

(Reportagem adicional de Pedro Fonseca no Rio de Janeiro)