Ministro grego da Economia vê acordo com UE/FMI sobre reformas na próxima semana

quarta-feira, 1 de abril de 2015 09:45 BRT
 

ATENAS (Reuters) - A Grécia deve chegar a um acordo na semana que vem com seus parceiros da zona do euro e o Fundo Monetário Internacional (FMI) sobre um pacote de reformas que ajudará a destravar fundos remanescentes do resgate, disse nesta quarta-feira à Skai TV o ministro grego da Economia, George Stathakis.

"Acredito que as conversas levarão a um acordo na semana que vem. O acordo será fechado na semana da Páscoa (da Grécia ortodoxa)", disse Stathakis.

Atenas apresentou na semana passada uma lista de reformas para seus credores oficiais num esforço para mostrar que está comprometida em cumprir as promessas de disciplina financeira e que merece ajuda, enquanto se desdobra para realizar pagamentos de empréstimos em meio a uma escassez de dinheiro.

A lista de reformas propostas que Atenas apresentou ao Grupo de Bruxelas inclui receitas de 1,5 bilhão de euros com privatizações neste ano, incluindo a concessão de longo prazo de 14 aeroportos regionais e a venda do maior porto, o do Pireu.

Stathakis disse que o governo não tem planos de vender uma fatia majoritária de 67 por cento na Piraeus Port Authority (OLPr.AT: Cotações), mas que buscará uma joint venture com investidores na qual reterá uma participação substancial.

"A ideia que prevaleceu é que não vamos prosseguir com uma privatização da fatia de 67 por cento, que significaria uma privatização total do porto de Pireu. Não estamos discutindo isso", disse Stathakis.

"Estamos tentando encontrar alguma forma de joint venture".

(Por George Georgiopoulos e Angeliki Koutantou)