Dólar cai ante o real por otimismo com Levy

quarta-feira, 1 de abril de 2015 11:30 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar caía ante o real nesta quarta-feira, com os investidores reagindo bem aos avanços das negociações do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, com o Senado sobre regulamentação da lei que troca o indexador da dívida de Estados e municípios com a União.

Às 11h28, a moeda norte-americana tinha queda de 1,16 por cento, a 3,1551 reais na venda, após cair 1,26 por cento na sessão anterior, mas acumular alta de 20 por cento no primeiro trimestre.

No campo doméstico, o mercado avalia de forma positiva as declarações feitas na véspera pelo ministro Joaquim Levy, defendendo a importância do ajuste fiscal para garantir que o país não perca o grau de investimento, além das negociações do ministro com o Senado e com os municípios de São Paulo e Rio de Janeiro em relação à regulamentação da lei que troca o indexador da dívida de Estados e municípios com a União.

"O Levy reforçou muito no Senado a importância do ajuste fiscal para não perder o grau de investimento e também tem a negociação sobre as dívidas com Estados. Além disso, a presidente Dilma (Rousseff) também reforçou o apoio aos ajustes fiscais. Isso tudo está colaborando", disse o gerente de câmbio da Correparti Corretora, João Paulo De Gracia Correa.

Influenciava ainda para a queda do dólar o dado sobre abertura de vagas no setor privados nos Estados Unidos, que mostrou a criação de 189 mil postos de trabalho em março, abaixo da expectativa e o menor nível desde janeiro de 2014.

Nesta manhã, o BC fará o primeiro leilão de rolagem dos swaps que vencem em 4 de maio, que equivalem a 10,115 bilhões de dólares, com oferta de até 10,6 mil contratos.

(Por Flavia Bohone)