Incêndio em plataforma de petróleo deixa 4 mortos no México

quarta-feira, 1 de abril de 2015 21:28 BRT
 

Por Ana Isabel Martínez

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - Quatro pessoas morreram e 16 ficaram feridas no incêndio que tomou uma plataforma de petróleo no Golfo do México, que ainda está sendo controlado, e de onde foram retirados quase 300 trabalhadores, afirmou a estatal Pemex.

O diretor geral, Emilio Lozoya, disse que o impacto sobre a produção de hidrocarbonetos será pequeno porque o bombeamento de outros poços será desviado a outros centros de processamento, segundo um porta-voz da companhia que estava no local.

O país produz 2,29 milhões de barris por dia (bpd).

O incêndio ocorreu na área de desidratação e bombeamento da plataforma Abkatún Permanente, localizada na Sonda de Campeche.

"Confirmados 4 trabalhadores mortos e 16 feridos (2 deles em estado delicado) pelo acidente na plataforma Abkatún", disse a Pemex em sua conta no Twitter. "O total de trabalhadores da plataforma Abkatún Permanente que receberam algum tipo de atenção médica foi de 45", acrescentou.

Ainda não estava claro o que causou o incêndio na unidade que processa cerca de 40.000 bpd.

O porta-voz disse que todas as plataformas que compõem o ativo Abkatun-Pol-Chuc estavam operando com normalidade, menos a Abkatun Permanente. Ele disse que a produção global do complexo é de cerca de 300.000 barris por dia.

"Esta plataforma que processa uns 40.000 bpd está parada, mas apenas essa. Recebe a produção de petróleo e gás de vários poços e separa", disse o porta-voz, acrescentando que a plataforma está inserida no centro de processamento Alfa, um dos quatro de todo o complexo.

"A produção vai se normalizar no fim de semana porque a produção será direcionada a outros centros de processamento", acrescentou.

Segundo o porta-voz, não houve nenhum vazamento de petróleo na região.