Incêndio em tanques de combustível em Santos chega ao quarto dia

domingo, 5 de abril de 2015 14:23 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Um incêndio em uma unidade de armazenamento de combustível perto do porto de Santos, o maior do país, chegou ao quarto dia neste domingo, com 110 bombeiros ainda trabalhando para combater as chamas e impedir que se espalhem, informou o Corpo de Bombeiros.

Seis tanques de combustível da Ultracargo, empresa do Grupo Ultra, foram atingidos pelo incêndio que começou na quinta-feira de manhã, provocando uma enorme coluna de fumaça escura. Três tanques ainda estavam queimando neste domingo, segundo os bombeiros e a Ultracargo.

Os bombeiros disseram que não há muito o que possam fazer para extinguir as chamas até que todo combustível seja consumido. O foco do trabalho das equipes é resfriar os tanques próximos para impedir que o fogo se espalhe.

O tráfego foi desviado em torno do local, bloqueando uma das rodovias para o porto.

Caminhões que transportam soja e outras commodities ainda podiam acessar o terminal por meio de uma segunda rodovia, de acordo com uma porta-voz do porto de Santos. Ela acrescentou que apenas duas docas estavam fora de serviço devido ao incêndio, enquanto outras 53 permanecem operando normalmente.

(Reportagem de Walter Brandimarte)