Lançamento do Apple Watch na Suíça deve ser atrasado por problemas com patente

segunda-feira, 6 de abril de 2015 07:24 BRT
 

ZURIQUE (Reuters) - A Apple não conseguirá lançar seu novo relógio inteligente na Suíça até pelo menos o fim deste ano por conta de uma questão relacionada a direitos de propriedade intelectual, disse a emissora suíça RTS em seu site.

A gigante de tecnologia norte-americana não pode usar a imagem de uma maçã nem a palavra "apple" para lançar seu relógio na Suíça, lar dos relógios de luxo, por conta uma patente de 1985, disse a RTS, citando um documento do Instituto Federal Suíço de Propriedade Intelectual.

O documento, replicado no site da RTS, foi publicado pela revista Business Montres & Joaillerie, disse a RTS.

A patente deve acabar em 5 de dezembro desse ano. Atualmente, ela pertence a William Longe, dono da marca de relógios Leonard, primeira a submeter a patente.

A Apple não respondeu imediatamente a uma solicitação de comentários da Reuters. O Instituto Federal Suíço de Propriedade Intelectual não pôde ser contatado imediatamente fora do horário comercial.

O Apple Watch, primeiro novo aparelho da empresa desde que Tim Cook se tornou presidente-executivo, estará disponível em lojas de nove países em 24 de abril.

(Por Joshua Franklin)