Ternium diz concordar com eleição de 8 membros para Conselho da Usiminas

segunda-feira, 6 de abril de 2015 12:05 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Usiminas informou que seus acionistas Confab Industrial, Prosid Investments, Siderar e Ternium concordaram com a eleição de oito membros para o Conselho de Administração da siderúrgica em assembleia a ser realizada nesta segunda-feira, depois de a Ternium ter reclamado do procedimento estabelecido para a assembleia.

A concordância dos acionistas ocorre alinhada a entendimento proferido pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que foi questionada sobre o tema.

A Ternium havia reclamado do procedimento para a assembleia afirmando que deveriam ser elegidos sete, e não oito, membros do Conselho, sendo três indicados pelo grupo Ternium-Techint, três pelo grupo Nippon e um pela Previdência Usiminas.

Segundo a Ternium, a Nippon tentaria "de forma orquestrada e coordenada com certos minoritários" elevar a representatividade no Conselho para "desequilibrar a proporcionalidade entre os acionistas controladores" da Usiminas.

Nesta segunda-feira, a Usiminas divulgou correspondência recebida sobre o tema em que o grupo de acionistas ressalta que decidiu não questionar o entendimento da CVM por conta da proximidade da assembleia, além do fato de os conselheiros serem eleitos para um mandato mais curto.

O grupo de acionistas, no entanto, disse que isso não significa que concorde com a adoção do mesmo número de conselheiros ou com o entendimento adotado pela CVM para o futuro.

As ações preferenciais da Usiminas subiam 1,60 por cento na Bovespa às 12h02, diante de alta de 1,02 por cento do principal índice da bolsa.

(Por Priscila Jordão; Edição de Luciana Bruno)